login
Sat 06 of Jun, 2020 (22:48 UTC)

[root@madeira.eng.br ~]#

Linux - It is now safe to turn on your computer

atualizar cache imprimir

Steal This Film, part II

Criada por: Frederico Madeira, última modificação em: Wed 02 of Dec, 2009 (00:41 UTC)

O documentário apresentado neste sessão "Roube este Filme" traz uma análise muito interessante sobre o problema da pirataria, copyrights e P2P, assunto que está em moda nos últimos meses, dado as recentes ações movidas contra o indexador de torrents e tracker The Pirate Bay e contra o indexador de torrents Mininova. Ambos foram forçados a parar suas operações, ditas como ilegais. O interessante é que este último indexava apenas a lista dos torrents, não possuindo em seus servidores nenhuma copia de material protegido, como ocorre em praticamente toda aplicação P2P.

O documentário traz uma análise histórica desde o inicio das primeiras formas de comunicação escrita até os meios atuais via internet. O interessante é que o ser humano tem a necessidade de se comunicar, trocar informações, copiar. Esta característica é que vem ao longo dos séculos incomodando. Seja o governo nos tempos mais antigos ou a industria de música/filmes nos tempos modernos.

Acredito que este mercado deva ser dinâmico e competitivo, trazendo melhores preços, melhores produtos para seus consumidores e por isso acredito que, de certa forma, o compartilhamento não autorizado de mídia tem sido bastante benéfico para nós usuários. Gostaria de citar alguns exemplos, não sei se realmente o compartilhamento de mídia foi o motivador, mas penso que possa ter sido, então ai vai:

- Diminuição do delay dos lançamentos de filmes ao redor do mundo. No passado, o filme era lançado nos EUA e alguns meses depois este era lançado em outros países, ficávamos sempre na ansiedade dos lançamentos. Através dos softwares de P2P, este intervalo foi reduzido a horas, uma vez que existem diversas versões CAM feitas de forma amadora e logo após o lançamento do filme em algum cinema do mundo, este filme já é disponibilizado na internet através de alguma forma de P2P.
- Diminuição do preço de CD's. O preço de um disco era, ainda é, caro, onde em muitos casos temos interesse em apenas uma ou duas músicas. Pagávamos por 100% e só aproveitávamos 20%, o que motiva muita gente a buscar apenas a música desejada via P2P. O mercado se adaptou e hoje existem diversas lojas online onde você pode comprar apenas as músicas que você deseja, pagando apenas pelos títulos que interessam.
- Diminuição dos intervalos do ciclo de filmes: Cinema -> DVD -> TV por assinatura ->TV. Hoje após o lançamento de um filme no cinema, em um tempo muito curto este já está disponível em DVD.

De uma forma ou de outra acredito que a pirataria possa ter influenciado nas melhorias acima e em muitas outras.

O relato acima leva em consideração o benefícios para usuários. E com relação a produtores, artistas, etc..? É claro que eles são afetados diretamente, mas acredito que existam formas que possam compensar isso, como por exemplo a opção de doação diretamente ao artista, conforme discutido em sala, mas é claro que para isso, os mecanismos legais devem favorecer esta prática. Outra alternativa seria o uso de advertisement, quem sabe, ao longo do filme, a exibição de uma faixa no topo ou ainda mesclar ao contexto do filme a propaganda de algum produto (mensagem subliminar).

Trata-se de um assunto bastante polêmico e que necessita de muita discussão para que se chegue a um modelo onde todas as partes envolvidas sejam beneficiadas.

Comentários