login
Mon 13 of Jul, 2020 (07:47 UTC)

[root@madeira.eng.br ~]#

Linux - It is now safe to turn on your computer

atualizar cache imprimir

Stanford: Rompendo Barreiras rumo ao Futuro

Criada por: Frederico Madeira, última modificação em: Mon 31 of Aug, 2009 (00:47 UTC)
Em Outubro de 1891 foi aberta a Leland Stanford Junior University na região de Palo Alto na Califórnia. Seus fundadores, Leland Stanford e Jane Lathrop Stanford decidiram cria-la como memorial em homenagem a seu filho Leland Jr. que morreu de tifo em 1884. Naquela época, Leland estava desacreditado com seu projeto e contrariando as opiniões gerais, ele foi em frente construiu uma das mais importantes universidade e conceituadas universidades dos EUA.

Desde seu inicio, a Universidade de Stanford, já demonstrava certo pioneirismo em relação as demais universidade existentes na época trazendo conceitos e quebrando barreiras que antes não existiam ou não eram aceitos em outras universidades, para exemplificar cito:

- Foco não somente no aprendizado, mas sim na prática do aprendizado no mundo real
- Classes mistas com homens e mulheres
- Conceito de disciplinas eletivas
- Universidade particular e gratuita

No seu primeiro ano foram aceitos 440 alunos sendo ¼ mulheres. Desde então, a cada semestre mais alunos procuravam a universidade proporcionando o seu crescimento, e conseqüentemente a região de Palo Alto.
Imagem

Uma características era nota nos seus primeiros tempos, os alunos eram mais velhos e os professores mais jovens do que a média de outras universidades. Outro ponto de destaque foi o desenvolvimento particular nas áreas de Ciência e Engenharia, tendo com principal característica o foco intensivo em trabalhos de campo, bem como aulas em classe, experimentos em laboratórios e estudo de livros.

O trabalho realizado em Stanford é tido como ponto inicial para a criação do fenômeno conhecido com Vale do Silício que se tornou o maior polo de empresas de tecnologia do mundo, graças a visão inovador e focada não apenas no estudo mas também na aplicação prática deles.

Comentários